quinta-feira, 30 de agosto de 2012

269 - O Papel do Bibliotecário II (Do you want to be a Librarian?)

Há uns dias publiquei aqui um vídeo americano dos anos 40 do século XX em que se procurava explicar o papel do bibliotecário.
Hoje deparei com este vídeo que procurava contextualizar o papel do bibliotecário do séc XXI.
Não é que concorde com tudo o que nele é dito, mas vale bem o exercício. O que faltará? Não faria sentido fazer um vídeo sobre o assunto adequando-o à realidade portuguesa?


quarta-feira, 22 de agosto de 2012

268 - 10 coisas que os pais devem desaprendser no que se refere à escola

A propósito do meu post anterior que se referia a uma visão que nos nossos dias acaba por ser estereotipada sobre o papel do bibliotecário, partilho um texto que acaba por remeter para as mudanças que as escolas sofreram e que seria importante que os pais (e sociedade civil) tomassem consciência. De facto, a escola também mudou e é bem necessário que se faça uma desaprendizagem sob pena de alguns equívocos...

(É neste contexto que se poderá melhor entender o papel da biblioteca e bibliotecário nos dias de hoje) 

10 things I think (some) parents should unlearn…
1.  Learning is best measured by a letter or a number.
2. Product is more important than process and progress.
3. Children need to be protected from any kind of failure.
4. The internet  is dangerous for children.
5. Parents and teachers should discuss students without the learner present.
6. Homework is an essential part of learning.
7. The school is responsible for the child’s entire education.
8. Your child’s perspective is the only one.
9. Learning looks the same as when you went to school.
10. Focus on (and fix) your child’s shortcomings, rather than their successes.

10 coisas que eu acho que (alguns) os pais devem desaprender ...
1. A aprendizagem é melhor medida/aferida por uma letra ou um número.
2. O produto é mais importante do que o processo e progresso.
3. As crianças precisam de ser protegidos de qualquer tipo de falha.
4. A internet é perigosa para as crianças.
5. Pais e professores devem discutir os alunos sem a presença dos próprios.
6. O trabalho de casa é uma parte essencial da aprendizagem.
7. A escola é completamente e unicamente responsável pela educação da criança.
8. A perspectiva do seu filho é a única.
9. A aprendizagem parece igual ao tempo em que foi aluno(a).
10. Concentre-se nas (e correção) deficiências (e correção) do seu filho(a), ao invés de seus sucessos.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

267 - O papel do bibliotecário



Descobri este filme realizado em 1946 que pretende esclarecer os jovens americanos sobre o que é a profissão e tarefas do bibliotecário

(Abro parêntesis para aplaudir uma ideia como esta. Para quando algo parecido em Portugal?)

Vejo o filme e ponho-me a pensar:

- Será que a conceção do que é um bibliotecário, no imaginário de muitos, não se mantém passados que são já cerca de 70 anos? Algúem que gosta de livros e pessoas?

- Será que as tarefas do bibliotecário não se alteraram entretanto? no filme referem-se o empréstimo e circulação de livros, o serviço de referência e a catalogação. Não será que o imaginário coletivo se mantém neste aspeto?

- Claro que as tarefas do bibliotecário também são as que acima se referem. mas chegará para os utilizadores de hoje?

- Como seria feito este filme hoje em dia? o que seria necessário alterar e/ou acrescentar?
  
- O que será necessário fazer para modificar o imaginário coletivo acerca do bibliotecário?

- Acho espantoso que, na América, em 1946, já se refira a existência do professor bibliotecário? no imaginário coletivo como será visto o papel do professor bibliotecário?