quarta-feira, 30 de março de 2011

160 - Twitter cumpre 5 anos



Pois é... Apesar de ser mal amado, o Twitter faz 5 anos e como o filme demonstra à saciedade ele tem tido um papel relevante na sociedade actual.

Desprezar o Twitter ou fingir que não se quer ver a realidade não a torna invisível: O Twitter existe e tem um papel a desempenhar nas redes sociais

Desafios para a educação:

a) aprender a trabalhar em Rede. Por norma trabalhamos com uma ferramenta web: agora é o blogue, amanhã o facebook... não faz sentido
b) tirar partido do Twitter para a educação. Trazê-lo para dentro da escola e das bibliotecas. Ignorá-lo é perder comboio.

140 caracteres é pouco? então leiam as gordas de um jornal pela manhã. Quantos caracteres?

sábado, 26 de março de 2011

159 - Como caracterizarias a rede social em 3 palavras

Confesso que gostei de participar no workshop realizado no 1º Congresso  Nacional Literacia, Media e Cidadania.
Não que lá se tenham realizadas aprendizagens inovadoras ou profundíssimas, no entanto fizeram-me reflexões bem interessantes e o clima de diálogo foi muito positivo.

Fica aqui o resultado de um exercício realizado nesse workshop

Wordle: workshop

158 - A minha apresentação no 1º Congresso Literacia, media e cidadania


Esta apresentação refere-se ao tema da minha tese de mestrado e dos primeiros resultados que fui obtendo. Parece-me relevante salientar que a nível da presença web das Bibliotecas Escolares o panorama já começa a ser diferente. Claro que há Bibliotecas sem presença web e há outras com presença muito pouco estruturada ou pensada limitando-se a relatar eventos de actividades.
Há, no entanto  cerca de 35% das Bibliotecas que tendo blogue nele fazem formação de utilizadores, promoção consistente da leitura e escrita e/ou fazem apoio curricular.
 Felizmente que já se encontram boas práticas em escolas de todos os níveis de ensino e em todas as DRE, sendo que aquelas que fazem bom trabalho já têm um historial de presença na web com alguns anos.
Finalmente há já um conjunto de Bibliotecas que têm uma presença na Web em que se aproveita a lógica de rede para fazer um trabalho coerente indo ao encontro dos objectivos e missão da Biblioteca Escolar 

quinta-feira, 24 de março de 2011

157 - VII Seminário e-Learning "Aprender nas Redes Sociais: Ampliar e Colaborar"

cid:842464118@22022011-1DE3
                          
  VII Seminário e-Learning   
 "Aprender nas Redes Sociais: Ampliar e Colaborar"

1 de Abril de 2011 
  Auditório A3 - Centro de Congressos da Exponor - Matosinhos  


Que pedagogias são necessárias para promover a aprendizagem usando tecnologias educativas emergentes? O que são ambientes sociais de aprendizagem? Como se produzem conteúdos rápidos e eficazes para serem utilizados quando e onde necessários na sala de aula, nas plataformas, nas redes sociais? Como se ampliam experiências de aprendizagem nas redes sociais?

Estas e outras questões serão debatidas no VII Seminário e-learning "Aprender nas Redes Sociais: Ampliar e Colaborar" promovido pela TecMinho/Gabinete de Formação Contínua da Universidade do Minho e Exponor, a decorrer no próximo dia 1 de Abril, no Centro de Congressos da Exponor - Matosinhos. Integrado na Qualifica - Feira de Educação, Formação, Juventude e Emprego, este será o 7.º evento realizado pela TecMinho na área do e-learning a convite da Exponor.

Neste seminário de praticantes do e-learning serão apresentados e demonstrados exemplos práticos de como tirar partido das tecnologias educativas para proveito da aprendizagem e do sucesso educativo dos alunos. Criar podcasts para aprender Biologia, usar o  Twitter para ampliar a formação em sala, usar dispositivos móveis para melhorar a aprendizagem, criar e disponibilizar conteúdos rápidos através do itunesU, entre outros.

Contaremos com a partilha de experiências nas mais variadas áreas pedagógicas de instituições como a Escola de Ciências da Universidade do Minho, Universidade Católica Portuguesa, Universidade de Coimbra, Universidade do Porto, Escola EB 2,3 Padre Alberto Neto de Rio de Mouro, Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares do Ministério da Educação, e as empresas Avanzo e Delta Consultores.

 
As inscrições são gratuitas, limitadas à dimensão da sala, estando disponíveis em www.tecminho.uminho.pt/elearning. As inscrições serão válidas apenas após posterior confirmação por parte da organização, via e-mail.  




Para mais informações: 
 

TecMinho  - A/c Fátima Correia 
e-mail: elearning@tecminho.uminho.pt   
Tel: 253 510 590  Fax: 253 510 591 
www.tecminho.uminho.pt

 Participe - Conheça e Partilhe os Últimos Desafios do e-Learning!

domingo, 20 de março de 2011

156 - Inventem-se novas Bibliotecas

Na passada sexta-feira, dia 18 de Março estive na Fil a fim de participar na:

III Conferência e-Learning na Futurália «Empreender com Tecnologias de Aprendizagem

Central-Topo


Promovida pela Tecminho

Valeu a pena ter estado presente! foi uma conferência muito rica com muito boas comunicações sobre e-learning, inovação e empreendorismo

A Biblioteca 2.0 nos novos ambientes de aprendizagem

Sendo a minha área de trabalho, confesso que a apresentação do Pedro Príncipe me encheu as medidas. Foi uma apresentação muito estruturada e muito bem sistematizada.

Gostei de ouvir mais alguém a dizer algo que já digo há muito, no respeitante à presença digital das Bibliotecas escolares:

a) não vale tudo
b) é uma questão de atitude
c) a importância de trabalhar em rede
d) estar ondes os utilizadores estão
e) é necessário aproveitar todos os recursos da rede e trabalhar em coerência
f) estar presença é uma questão estratégica face às novas realidades em que a escola está inserida

Se é verdade é que há muito boas práticas no trabalho das Bibliotecas escolares, também não deixa de ser verdade que há Bibliotecas que entram"nisto" por uma questão de moda a poucos conteúdos relevantes publicam. Importa promover literacias, colocar conteúdos relevantes, formar leitores, formar cidadãos.

Inventem-se novas Bibliotecas Escolares!
Como diria alguém há uns anos: Agora a nossa biblioteca está aberta à noite! será que sabemos tirar todas as consequências desta frase?

segunda-feira, 14 de março de 2011

155- Tecnologias do passado...



Reconhecendo que o filme vale o que vale pois, dar qualquer coisa a alguém sem uma contextualização prévia só pode levar a que se obtenham resultados deste tipo, é mesmo importante reflectir que, em ciências humanas, 10 anos é mesmo muito tempo. Se não, repare-se no seguinte: quantas crianças até aos 15 anos têm presente os seguintes eventos:
a) Queda do muro de Berlim?
b) Atentado a Ronald Reagan ou ao Papa João Paulo II
c) Atentado às Torres Gémeas

Pois é...

Às novas gerações devem ser proporcionadas aprendizagens que as preparem para se integrarem na sociedade do séc XXI. Ficar preso a metodologias, práticas, recursos que não preparem os alunos para a vivência nessa sociedade é qualificar jovens para a inadaptação.

Esta é, para mim, a mensagem do vídeo. A tecnologia é um meio apenas!

sexta-feira, 11 de março de 2011

154 - Que excelente iniciativa para celebrar o 8 de Março

A Rede de Bibliotecas Escolares da Galiza comemorou o 8 de Março de uma forma extremam,ente educativa e pertinente!

Quanto a nós esta é uma data que faz todo o sentido comemorar/reflectir/aprofundar nas Bibliotecas Escolares.

Haja quem ao menos "copie" as boas práticas já que a Rede também serve para isso

---

8 de marzo nas bibliotecas escolares galegas




Arredor do 8 de marzo, unha das datas claves no calendario civil para a formación dos cidadáns, que son, os rapaces e rapazas do país, as bibliotecas escolares ofrecen oportunidades de aprendizaxe diferenciadas, nas que se aúna lectura e investigación, valores e sensibilidade, convicción e desexos de xustiza e de igualdade. A título de exemplo, algunhas destas actividades das que nos foi chegando noticia:



IES Lamas de Castelo (Carnota, A Coruña): "Feito polas mulleres" - Día da Muller Traballadora 2011


IES San Paio (Tui, Pontevedra): Pegadas de muller - Liña de tempo das escritoras Premio Nobel

CEIP Milladoiro (Malpica, A Coruña): Mulleres na historia de Galicia (webquest)

IES Sánchez Cantón (Pontevedra): Somos máis que caras ( varias propostas e traballos do alumnado TIC na Biblioteca)

153 - Semana da leitura



Agora que se aproxima a semana da leitura não seria altura de pensar em ser CRIATIVO?
Quer dizer, não é que valha tudo, mas fazer diferente, inovar, fazer qualquer coisa que marque e/ou que deixe memória não fará isto sentido?