A Finlândia é conhecida por ser o país com um dos melhores sistemas educacionais do mundo, mas prepara-se para uma mudança profunda e que já está a gerar controvérsia: acabar com as aulas tradicionais. O sistema tem sido testado nos últimos dois anos e vai passar a vigorar a partir de 2016, em todos os centros de ensino.

Este novo método é apelidado de " phenomenon learning". Prevê a rutura das aulas tradicionais, substituindo-as por projetos, onde são os jovens a apropriar-se do processo de aprendizagem.
"Na educação tradicional, os alunos vão à sala de aula e têm aulas de matemática, depois de literatura e depois de ciências. Agora, ao invés de adquirir conhecimentos isolados sobre matérias diferentes, o papel do estudante é ativo. Eles participam no processo de planeamento, são pesquisadores e também avaliam o próprio processo", explicou Marjo Kyllonen, do ministério da educação de Helsínquia, àBBC.

etc...